O blog
Dizem que falar aos cotovelos é ruim. Dizem que expressar opinião é ótimo, em alguns casos. Unindo ambas as coisas essa pequena garota irá tentar defender as suas próprias opiniões rebeldes e muitas vezes sem causa, de coisas cotidianas, valhas ou às vezes inúteis; passando o tempo aqui, vendo as horas voarem e digitando descontroladoramente palavras aleatórias, porque isso sim é de sua estranha natureza.

Quem
Gabriela Andrade, uma senhorita com 23 anos vividos de misturas sentimentais, questões polêmicas, questionamentos insanos e utópicos sobre o mundo, englobados em torno de muitas confusões. Anseia por um futuro melhor, mas se saberá o que será do temido e exasperado amanhã?

Arquivo
06.09 / 07.09 / 08.09 / 09.09 / 10.09 / 11.09 / 12.09 / 01.10 / 02.10 / 03.10 / 04.10 / 08.10 / 09.10 / 10.10 / 11.10 / 12.10 / 01.11 / 02.11 / 03.11 / 04.11 / 05.11 / 07.11 / 08.11 / 09.11 / 01.12 / 02.12 / 03.12 / 04.12 / 07.12 / 09.12 / 03.13 / 07.13 / 11.13 / 01.14 / 01.15 / 02.15 / 03.15 / 07.15 / 01.17 / 09.17 / 10.17 /


Coisa financeira chata
Comentários (2) // quarta-feira, 21 de abril de 2010

Chego ao escritório e digito essas três palavrinhas rapidamente, só que tal velocidade contradiz o modo de como elas aparecem no monitor. Há séculos imploro para que o troquem e tenham misericórdia para com a minha gentil pessoa. Convenhamos, em pleno século XXI usar um computador com tamanho suficiente para ocupar nove caixas enfileiradas de leite é absurdo, não? Sem contar na perda catastrófica que ele sofre com as tartarugas gestantes na corrida do milênio.
Sinceramente, diga-me se está com vontade de falar sobre negócios. Estou esperando a sua resposta, não se esqueça de que estamos debatendo sobre a bolsa de valores - sim, ela mesma. Pareço uma louca conversando com os meus próprios interlocutores. Admita, conheço magnificamente bem a verdade que me assola. Ausente de aleatoriedades e distrações irei iniciar o meu (in)digno trabalho e dar-lhe-ei o melhor, não se trata de promessas internas e algo afim, a questão é sobre obrigatoriedades e sei muito bem as minhas... ou pelo menos convenço-me de que as tenho em mente.
Falando nisso, esqueci de fazer a tese sobre rendimento anual! E É PARA AMANHÃ, droga. Sinto que estou tendo convulsões, arritmia, coração pulando e cérebro em crise. Cérebro? Não, nem sei mais o que é isso...
Alguém grite que estou sonhando, não que estou tendo um pesadelo e que hoje é feriado. Sim, feriado. Para soar mais leve, convença-me de que amanhã é natal e, portanto, tenho três dias in-tei-ros de folga, segundo o meu contrato. Isto sei bem: os meus direitos de funcionária escrava. É, a nova escravidão que virou moda. Cadê a nossa abolição, proletários do mundo?
1, 2, 3, 4, 5 e se... is. Estou perdida! Não. Conte até sete, os astros conspiram ao seu favor, basta ter muita calma e paciência. 1, 2, 3, 4, 5, 6, força - força - força. Eu consigo, sou capaz, ainda há tempo. O que são afinal, duas horas de concentração? Equivalem à no mínimo oito horas de distração. 1, 2, 3, 4, 5, 6 e se... sete!
Agora só vou ao banheiro, que fica há poucos metros do meu cubículo e depois voltar irremediavelmente ao trabalho. Irremediavelmente, Serena.

-

Seguia eu segundo a tríade do F: firme, forte e fiel. Até que vejo adentrar pelo corredor ele: o George Clooney para as funcionárias antigas, o Matt Damon para as cinéfilas e pessoas normais de plantão, o Cristiano Ronaldo para os apreciadores de futebol e vulgarmente para mim - a miragem divina no deserto, o Apolo grego, a água no ermo, a coca-cola na praia deserta e enfim, o meu desfibrilador de cargas cardíacas.

. Continua.

P.S.: Cristiano Ronaldo é decadência, eu sei.

Marcadores: , ,


Ele
Comentários (6) // domingo, 4 de abril de 2010


Abrirei os meus braços para seguir-Te.
Crescente serás o meu amor.
Um único desejo ressurgirá:
Que o Teu querer, seja o meu andar.

Entrelinhas: uma linda Páscoa para todos vocês! (:

Marcadores: , ,